pessoas, o bem e o mal, e a religião na política

"E quanto àqueles meus inimigos
que não me quiserem como rei,
trazei-os aqui e matai-os diante de mim".

Bíblia, Novo Testamento, Lucas 19:27

"Contra os filhos de Edom, lembra-te, SENHOR,
do dia de Jerusalém, pois diziam:
Arrasai, arrasai-a, até aos fundamentos.
Filha da Babilônia, que hás de ser destruída,
feliz aquele que te der o pago do mal que nos fizeste.
Feliz aquele que se apoderar de teus filhinhos
para os esmagar contra os rochedos"

Bíblia, Salmos 137:7-9

"Se alguém vem a mim e não odeia seu pai,
sua mãe, sua mulher, seus filhos,
seus irmãos, suas irmãs
e até a sua própria vida,
não pode ser meu discípulo".
Lucas 14:25-27


...e muitas mais passagens da Bíblia...




Para ler mais sobre atrocidades permitidas e incitadas pela Bíblia, leia a sua Bíblia (não apenas as passagens que seu pastor ou padre te mostram) ou consulte algumas clicando aqui ou clicando aqui (sugiro fortemente que leia estes dois textos antes de continuar a leitura deste). Numa outra postagem vamos ver se a Religião tem algum lado bom. E se tem, como ele poderia ser conquistado sem ela.

Quando eu escrevi estes textos eu ainda não havia pensando se no saldo, as religiões são ou não perniciosas. O que pode haver de ruim em evangélicos encherem o bolso do pastor (ou outro crédulo com outro líder espiritual) de dinheiro? Claro que nem todos os pastores são corruptos. Se alguns são corruptos quero acreditar que seja a minoria. Não obstante, os próprios evangélicos parecem não ligar tanto para isso. Já ouvi certa vez (e enquanto cristão, eu já defendi) a seguinte idéia:

"Se o pastor desviar, terá que arcar depois com Deus no dia do Juízo Final!"
Que presa fácil eu era para um charlatão disfarçado de pastor heim? E quantos mais não o são?

Não é raro ateus não verem mal na Religião. Em geral, eles (e não apenas eles) são contra um Estado Religioso, uma Teocracia. Mas qual a fonte de governantes teocratas senão a Religião? O problema está na fonte também! Sim porque se um Estado é teocrático (como muitos países muçulmanos hoje em dia, ou o próprio Vaticano) é sinal que ele é governado por religiosos (ainda que possam ser pessoas fingindo que defendam tal religião do país) mas que só estão lá, no poder, porque eles são produtos da Religião! Ou do ambiente fortemente influenciado pela Religião.

Para ter idéia de como a Religião pode influenciar a Política, comecemos analisando a seguinte alegação

"... Com ou sem ela [a religião]
teríamos pessoas boas fazendo o bem
e pessoas más fazendo o mal.
Mas para pessoas boas fazerem coisas más é necessário a religião".

Steven Weinberg, prêmio Nobel de Física.


Entendo que Weinberg se referiu às pessoas que matam ou mataram em nome do deus deles. Ou fizeram outras coisas atrozes, como torturar, etc, ou seja:

  • ao que os cristãos fizeram na Idade Média,
  • evangélicos dos EUA em seus rituais de assassinato dizendo que seriam bruxas
  • destruir, queimar artes ou livros de ciências que fossem considerados heréticos
  • e assim por diante.

Atualmente temos

  • muçulmanos mais fundamentalistas (uma minoria, é verdade) matando por Alá.
  • cristãos mais fundamentalistas tentando impedir o progresso da Ciência (exemplo, pesquisas com células tronco, etc)
  • A Igreja Católica proibindo o uso de camisinha causando assim a morte de vários africanos por Aids,
  • etc.

Alguns pensam que Estados, povos melhor dizendo, não sofrem nas mãos da Religião se não forem teocráticos. Entretando, a Religião no papel da Igreja atua fortemente prejudicando muitos setores. Tentando impedir progressos que entrem em confronto com os dogmas da religão, ainda que haja uma montanha de evidências demonstrando que o dogma seja falso.

Devemos pensar que da mesma forma que não devemos deixar crianças ou psicopatas ter acesso à facas ou revólveres, deveríamos pensar o mesmo sobre Religião. Ou talvez a Religião ser apenas abordada em aulas de Mitologia e História dos Bárbaros, já que ela, em algum nível pelo menos, acaba sendo mesmo um insulto à dignidade, tendo sido a Bíblia, por exemplo, já usada produzindo tal efeito.

Já comentei sobre algumas destas atrocidades permitidas e incitadas pela Bíblia (consulte algumas clicando aqui ou clicando aqui) . Neste sentido que ela fere os direitos humanos, a liberdade, promove a sociopatia, e assim por diante.

É claro que os cristãos vão tentar salvar a Bíblia. E as desculpas, evasivas, mais comuns são
  1. a desculpa de estar fora do contexto;
  2. a desculpa do contexto histórico I;
  3. a desculpa do contexto histórico II - uma idéia que tive para tentar melhorar I, embora continua sendo apenas uma desculpa;
  4. a desculpa do contexto histórico-geográfico;
  5. a desculpa dos erros de tradução;
futuramente veremos porque elas não se sustentam . Já adiantando que a 1, 2 e 5 são as mais fáceis de refutar. (Quando eu era cristão usava muito a 2 e a 5).


Só a título de curiosidade, a frase completa de Weinber é

"A religião é um insulto à dignidade humana. Com ou sem ela teríamos pessoas boas fazendo o bem e pessoas más fazendo o mal. Mas para pessoas boas fazerem coisas más é necessário a religião".

Steven Weinberg, prêmio Nobel de Física.



10 comentários:

sergio disse...

Adorei seu blog!!! Sou ateu também, mas não de berço. Já fui muito religioso, chegando mesmo a ser pastor batista. Tenho um blog gls que fala muito de ateísmo e faço críticas severas ao cristianismo.

Se desejar visitar. www.gls.zip.net

Abraço forte,
Sergio Viula

Jorcenita disse...

Parabéns pelo blog!
Voltarei aqui sempre.
Jorcenita

Anônimo disse...

me desculpe expressar pena por voce,pois entendo que sofremos decepções com certos acontecimentos em nossa vida, mas creio que temos que abrir nossa mente,mas naõ aponto de se revoltar contra DEUS pois ele existe mesmo!uma prova 1 a consciencia;você sente como explicar? se você comanda sua vida? 2 entaõ mande seu coração parar,e voltar sozinho bater, 3 você pode explicar acontecimetos sobrenaturais.então naõ arrume desculpas p/ negar sua fé,pois DEUS não desistiu de você,JESUS TE AMA . E dentro de nós existe um espaço que só ele pode preenche,deixa ele preencher de verdade desta vez a sua alma é importante p/ ele ep/ o diabo tambem ou vai dizer q/ ele não existe? DEUS O ABEÇOE,vando...

ex - cristão disse...

"Anônimo", entendo o que você sente, afinal já fui um cristão. Por isto não critico e nem fico nervoso pelo fato de ter pena de mim ou de não compreender atitudes baseadas em evidências, fatos. Você quer ter esperança, quer que o que você crê seja verdadeiro, se não o mundo imaginado por você desmorona.

Quanto a mim não foi por decepções que abandonei o cristianismo. Foi uma atitude paulatina. Demorei 13 anos acumulando evidências contra e não tendo nenhuma a favor.

Anônimo disse... uma prova 1 a consciencia;você sente como explicar?

Se o nosso conhecimento atual não consegue explicar exatamente o que é consciência, muito menos consegue nossos livros sagrados (Alcorão, Bíblia, Torá, Livro dos Espíritos, Sutra do Lótus, etc.). A consciência é algo bastante complexo e segundo a filosofia materialista, teria que ter então um meio material bem complexo para que possa ter como efeito a consciência. E existe: o cérebro.

Segundo o espiritualismo a consciência não precisa de cérebro mas como nunca tivemos provas de consciência (ou alma, espírito) tendo existência fora do cérebro, concluímos que espiritualismo é ilusão. Via de regra os livros sagrados nunca disseram nada na vanguarda nem do que já se sabia na época em que foram escritos. Nada de espetacular neles portanto.


Anônimo disse... 2 entaõ mande seu coração parar,e voltar sozinho bater

Este é o ponto: existem leis inexoráveis na Natureza, para as quais nossas vontades, preces (rezas, orações, macumbas, superstições outras) nada podem fazer.

É exatamente por isto que o conhecimento acumulado via evidências, razão, etc, rejeita as preces colocando-as no mesmo patamar que as superstições. As superstições assim como placebo apenas dão uma certa sensação de conforto ou alívio. Não conseguem resolver problemas que não sejam meramente psicológicos.

Anônimo disse... 3 você pode explicar acontecimetos sobrenaturais?

Ninguém consegue provar que eles existem, portanto não preciso explicar o porquê dos chifres dos unicórnios ou como as renas mágicas do Papai Noel voam ou discutir sexo dos anjos. Não encontrará leis explicando o que não existe.

Fenômenos sobrenaturais são encenados como truques de ilusionismo: precisam de situação específica para iludir, a platéia não pode examinar os "curandeiros" de perto. Nossos messias fugiram de testes (como charlatães fariam, afinal por que o honesto fingiria que é desonesto?).

Eu acreditei por muito tempo que eram verdadeiros. Já que eu não questionava. E mesmo hoje ainda torço para que encontrem alguma coisa. Infelizmente eles se mostraram durante a História, não passarem de alucinações ou práticas charlatãs. E aí que eu combato as religiões: graças ao seu mecanismo de não-questionamento é terreno fértil para o nascimento de charlatães ou de escolhas de alucinados como líderes espirituais.

Grato por visitar!

Até

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
ex-cristao disse...

Sobre o comentário postado pelo "Anônimo" e excluído por mim.

Você entendeu tudo errado. Eu não disse que a aids na África é consequência dos atos do Papa. Disse apenas que

"A Igreja Católica proibindo o uso de camisinha causando assim a morte de VÁRIOS africanos por Aids, etc."

Você conseguiu ler agora o VÁRIOS? Deixei em destaque para que você conseguisse ler. Você sabe que VÁRIOS não é sinômino de TODOS? Consulte o dicionário de vez em quando.

Também discordo completamente sobre o que você disse sobre o Papa. Acusou ele sem provas. Não compartilho da mesma opinião que você.

Não pode-se generalizar o que houve em época de guerras. Evidentemente que o nazismo é errado ... mas culpa tem os líderes e generais. Soldados, para os quais ou cumpriam ordens ou eram fuzilados ou outra penalidade qualquer, ficou o ônus da guerra. E demais pessoas que se não pagaram pelos atos, pagaram pela omissão.

Você também disse que "compartilha com meu ódio contra a religião" mas eu não odeio idéias. Idéias são criadas por humanos e suscetíveis a erros.

Eu também não disse que religião é só erros. Quis dizer, releia quantas vezes for necessário, que o saldo é negativo. Querendo dizer que o lado ruim não é compensado pelo lado bom.

Melhor é sem ela, penso. E como seria o mundo sem ela?

Leia

Causas sociais do Ateísmo

e

Causas sociais do Ateísmo II

Anônimo disse...

Certamente apagar opiniões não é digno de um bom pensador.

Isso só comprovo tudo aquilo que eu pensava sobre seu inútil blog.

Cordiais cumprimentos.

ex-cristao disse...

Anônimo:"Certamente apagar opiniões não é digno de um bom pensador".

Houve vários que discordaram de mim e publiquei sem problemas.

Tenho apagado comentários que acusam sem provas alguém, ainda mais o Papa. Aqui não é lugar para isto além do que violaria as regras do blospot/blogger. Por isto que excluí seu comentário.

Ademais, colocava idéias agressivas como sendo minhas quando não eram como expliquei acima.

Anônimo"Isso só comprovo tudo aquilo que eu pensava sobre seu inútil blog."

ok ...então monte um blog para ti com pensamentos que julgar úteis ...

Aliás nem deveria ter se sentido ofendido, porque além de não ser a minha intensão, como você escolheu postar como "Anônimo" se confundindo com tantos outros que postam aqui assim...

Anônimo"Cordiais cumprimentos."

Igualmente

Climaz Lima disse...

Sou ex cristão também, porém por motivos diferentes dos seus. Eu não me prendo aos aspectos negativos das escrituras. Eu tentei compreender onde a diversidade humana, a variedade de talentos, a diferença de opiniões, culturas e desejos se encaixam no cristianismo que te diz para abandonar todo o seu "eu", morrer de novo e viver escrevo de Cristo. O pior é que como ele não anda por aí dando ordens pra gente, passamos então ter que obedecer um conjunto de normas e procedimentos oriundos de uma interpretação e adaptação particular das escrituras tidas como sagradas.
Todo cristão lê e crê no Sermão do Monte, porém passa a vida num exercício de adaptação das palavras de Jesus para a sua realidade cotidiana. "Olhai os líros do campo, os pássaros do céu...não se preocupem com o sustento...Deus a tudo provê..." "Mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que ir para o céu..." E prossegue no exertcício de adaptar afirmando ser só válido para qquele tempo etc...
Não adianta questionar a bondade divina, eu questiono a sua ação no universo. Se Ele o fêz mesmo, nos abandonou aqui e foi fazer outra coisa.

ex-cristao disse...

Olá Climaz Lima, bem vindo.

Você disse que "Sou ex cristão também, porém por motivos diferentes dos seus. Eu não me prendo aos aspectos negativos das escrituras"

É verdade. Existe não apenas um motivo para abandonar o cristianismo.

Porém, no meu caso, não foi apenas os aspectos negativos das escrituras. Se fosse apenas isso, eu continuaria cristão até hoje.

Houve mais 2 etapas que combinadas com outras 2 que me fizem abandonar. Expus elas na postagem "porque perdi a fé"

Você disse "eu questiono a sua ação no universo. Se Ele o fez mesmo, nos abandonou aqui e foi fazer outra coisa."

Um dos dogmas do deísmo pode ser este mesmo que você disse.

Após abandonar o cristianismo, tentei crer no deísmo. Mas não consegui e ainda debitei o ato a uma tentativa de continuar crendo em algum deus ...


Grato por postar